Percorremos o Brasil inteiro para tentar documentar espécies raras e ameaçadas de extinção, além de realizarmos pesquisas com o objetivo de proteger e divulgar para todo o mundo as espécies ameaçadas no país.

DOTS_Logo-Tex05.png
O PROJETO
DOTS_Logo-Tex04.png
QUEM SOMOS
DOTS_Logo-Tex01.png
ANFÍBIOS
DOTS_Logo-Tex02.png
NOTÍCIAS

Nossa equipe é formada por pesquisadores e exploradores. Contamos também com a colaboração de diversos indivíduos e instituições parceiras. 

A primeira fase do projeto foca nas 42 espécies de anfíbios ameaçadas de extinção no Brasil, viajando o país em expedições aos ecossistemas onde são encontradas.

Veja as notícias e updates sobre o projeto, incluindo fotografias, relatos de campo e expedições, além de mais informações sobre espécies e ameaças.

Nosso objetivo é documentar todas as espécies ameaçadas de extinção no Brasil, criando um banco de imagens e informações valiosas para proteção da biodiversidade.

A IUCN (International Union for Conservation of Nature) é uma organização para a conservação da natureza reconhecida mundialmente. Ela é a principal responsável pela Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas em nível global, um inventário detalhado sobre o grau de ameaça da biodiversidade mundial. É a IUCN quem define uma série de critérios que determinam se uma espécie está ou não em risco de extinção. Entre os critérios estão, por exemplo, o tamanho e distribuição das populações, a tendência à redução do tamanho populacional, etc. Quando os critérios são avaliados em conjunto é possível avaliar a situação de conservação das espécies. Assim, os especialistas podem encaixar as espécies em uma das nove categorias de risco de extinção, que vão desde “não avaliado” até “extinto” (ver próxima página).  As categorias auxiliam no direcionamento de esforços para conservação e recuperação de espécies em todo o mundo.

2021_SalvemOsSapos Extract2.001.jpeg

No Brasil, o órgão responsável pela avaliação do nível de ameaça das espécies (em escala nacional) é o Ministério do Meio Ambiente (MMA). Usando categorias definidas pela IUCN, o MMA define o nível de ameaça de cada espécie. Lista Nacional Oficial de Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção do Brasil, está estabelecida pela Portaria n. 444 de 17 de dezembro de 2014. A lista brasileira vigente inclui 42 espécies de anfíbios (sendo uma delas extinta) – essas são as espécies alvo da primeira fase, do projeto DoTS. 

Um detalhe importante é que, embora quase sempre sejam seguidos os critérios e categorias propostos pela IUCN, existem diferentes listas de espécies ameaçadas. Além da lista vermelha global das espécies ameaçadas (disponível no site da IUCN, www.iucnredlist.com) diversas outras listas podem existir (listas nacionais, estaduais, locais). Por exemplo, uma espécie pode estar incluída em uma lista Estadual, mas não constar na lista Nacional.